logística

Gestão logística: boas práticas do setor

Desfrutar dos benefícios de uma gestão logística eficiente requer planeamento, organização, acompanhamento e algum investimento. Por ser um setor que tem sido visto cada vez mais como essencial para todas as empresas, o setor da logística consegue agregar valor e pode proporcionar um grande valor competitivo. Hoje, iremos abordar algumas das boas práticas do setor que vão ajudar a sua empresa a ter uma gestão logística mais eficiente.

Seja num modelo de negócio tradicional ou naqueles que têm apenas presença online, uma gestão logística eficaz é essencial para o sucesso do negócio. Para que toda a operação possa fluir de forma natural e contínua, é necessário investir no planeamento, organização e acompanhamento dos processos, só assim, o gestor de logística vai ser capaz de corrigir falhas, identificar oportunidades de melhoria e ter mais eficiência.

A seguir, iremos abordar algumas boas práticas que empresas e gestores devem considerar para ter uma gestão logística mais eficiente.

  • Organização dos procedimentos:

Padronizar os processos e estabelecer uma sequência para a realização das tarefas otimiza o tempo e evita que as etapas necessitem de ser “refeitas”. Além disso, quando todos os envolvidos têm a consciência do seu papel, conhecem a sequência e sabem desempenhar as suas tarefas, fica muito mais fácil controlar as operações diárias.

  • Previsões de demanda:

Analisar o histórico das vendas, por exemplo, possibilita que o gestor faça uma previsão do volume de negócio para os meses futuros. Apesar de não ser uma ciência exata, fazer essa análise ajuda muitas empresas do setor da logística a lidar com as altas sazonais de demanda.

  • Indicadores de desempenho (KPIs):

KPI é a sigla para Key Performance Indicator, trata-se de uma ferramenta de gestão que analisa os indicadores de desempenho mais importantes de um negócio ou empresa. No caso do setor da logística, existem indicadores estratégicos que analisam se as metas estão a ser alcançadas, por exemplo: tempo médio dos processos de carga/descarga, número de entregas realizadas no prazo estipulado, avarias no transporte, número de atrasos, etc. Os indicadores de desempenham ajudam a empresa a medir a sua performance de acordo com os objetivos.

  • Escolha dos fornecedores e parceiros:

Selecionar os fornecedores e parceiros que possam garantir a qualidade dos serviços no prazo determinado é vital para qualquer negócio. Após a seleção dos fornecedores e parceiros, é importante que seja feito um acompanhamento periódico do trabalho e garantir que todos eles estão  cumprir com os procedimentos e exigências da sua empresa. Ter fornecedores e parceiros responsáveis é um poderoso ingrediente para alcançar o sucesso.

  • Melhoria contínua:

Instituir um método de melhoramento contínuo é importante para analisar os processos, identificar falhas e encontrar soluções que possam otimizar a execução diária das tarefas operacionais. A redução de custos, de desperdício de materiais, o aumento da produtividade e da qualidade do serviço são apenas alguns exemplos dos benefícios que uma empresa (não só do setor da logística) pode obter ao implementar metodologias de melhorias contínuas.

Por ser um tema cada vez mais importante para as empresas, existem inúmeros artigos que falam sobre as boas práticas do setor da logística e embora tenhamos abordado apenas algumas delas, esperamos ter ajudado o seu negócio a ter uma gestão logística mais eficiente!

Gostou das nossas dicas? Segue a nossa página no Facebook e fica atento as novidades do setor da logística e distribuição.

No Comments

Post A Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.