coronavírus

Covid-19 e os impactos no setor da logística

A pandemia provocada pelo novo coronavírus (covid-19) mudou completamente a forma como a sociedade vive, se comporta e consome. Com as medidas de distanciamento social e muitas lojas encerradas, o volume de compras online aumentou consideravelmente no último ano e, por enquanto, é uma realidade que irá permanecer. Mas, qual o impacto do covid-19 no setor da logística e quais as mudanças no setor?

O covid-19 trouxe dificuldades para todos os setores e com o setor da logística não é diferente. As empresas de logística foram diretamente impactadas e tiveram de se reinventar rapidamente para se recuperar, adotando medidas de prevenção e cuidados nos processos de manuseio, entregas das mercadorias e toda a operação logística.

Considerado uma atividade essencial durante a quarentena, os serviços de transportes seguem “a todo o vapor”, não apenas por distribuir bens alimentares ou de higiene e saúde, mas também devido o crescimento das vendas online.  Com a mudança do comportamento do consumidor, o  e-commerce viu uma oportunidade para se fortalecer, o que “obrigou” algumas empresas a terem presença online e a investir em plataformas de vendas digitais.

Diante de todo esse contexto, e tendo em conta o crescimento das vendas por e-commerce, para que as entregas possam ser efetuadas de maneira eficaz, o setor da logística vem vencendo as barreiras impostas pelo covid-19 e tem sido mais estratégico do que nunca.

Como o covid-19 mudou o setor da logística?

Muitas das mudanças trazidas pelo coronavírus vieram para ficar, como é o caso da logística sem papel e a utilização de tecnologias. Muitas empresas reduziram o uso do papel, pois devido o risco de infeção de covid-19, já não utilizam notas, comprovantes de entregas ou de rotas, optando pelo envio digital dos documentos. Confira abaixo outras mudanças do setor.

  • Higienização do processo logístico: uma vez que o covid-19 é transmitido muito rapidamente, as empresas de logística passaram a adotar novas rotinas nos processos de armazenagem, embalagem, manipulação e transporte das mercadorias. Uma prática que protege os colaboradores, fornecedores, prestadores de serviços e consumidores.
  • Verificação da temperatura nas entradas e saídas da jornada de trabalho: uma solução para controlar uma possível febre ou situação de enfermidade. Na PANTOJA Grupo Logístico essa verificação é feita diariamente como medida de prevenção e cuidado pela saúde dos colaboradores.
  • Entregas sem contacto: a assinatura do cliente no documento de entrega já não é uma necessidade. Alternativas tecnológicas como assinatura eletrónica, foto, geolocalização, etc. passaram a fazer parte do dia a dia dos entregadores, o que diminui o risco de infeção por covid-19.
  • Teletrabalho: recomendado sempre que o colaborador possa realizar as suas atividades laborais em casa. Essa prática prioriza a saúde do trabalhador e oferece condições de trabalho adequadas para a situação atual da pandemia.
  • Aceleração da inovação: A pandemia acelerou o processo de testes de robôs e drones no ambiente público, pois as empresas buscam meios mais rápidos e seguros de entregas que possam limitar a contaminação e a propagação por covid-19.

A verdade é que, nenhuma empresa poderia prever uma crise sanitária dessa magnitude, mas o surto de covid-19 atingiu todos os setores e áreas de negócio. Independente disso, as empresas que souberem acompanhar as tendências e àquelas que modernizarem os seus processos, terão maior visão do futuro e conseguirão se recuperar mais rapidamente.

Segue a nossa página no Facebook e fica atento as novidades do setor da logística e distribuição.

No Comments

Post A Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.